sábado, 31 de março de 2012

A electricidade abandonada

Este é mais um monstro socialista e uma herança deixada na rua por José Socrates. A sua utilização é tão escassa que nem sabemos porque razão continuam a encher as ruas da cidade.


Pior, são a manutenção de 3 postos num parque de estacionamento ao pé de uma Universidade nos arredores de Lisboa. Como se os alunos tivessem dinheiro para conseguirem comprar um carro eléctrico.


Mas eles lá continuam sozinhos e abandonados, à espera que alguém os ligue.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Oportunidade para estar calado II

"O nosso consenso europeu não tem sede em Berlim" - António José Seguro, hoje no Debate quinzenal com o PM.


Veremos em quanto tempo Seguro muda de opinião e se fosse governo também não era uma marioneta de Merkel.



quinta-feira, 29 de março de 2012

O bem e o mal juntos

É interessante esta fotografia e que certamente ficará na história. Não porque seja histórico, mas pelo seu simbolismo. De um lado o bem e do outro o mal. A prova que o oposto pode coabitar foi o encontro entre Fidel e Bento XVI.

Apesar dos pedidos do primeiro, é óbvio que o segundo mesmo não estando activo politicamente não irá dar ouvidos. Mas o que fica é esta imagem.


quarta-feira, 28 de março de 2012

terça-feira, 27 de março de 2012

Mudança de cadeiras



A ter em contas as ultimas declarações de Menezes no recente Congresso do PSD, em 2013 haverá mudanças importantes.

Marco António Costa transitará do governo para a Câmara de Gaia, o próprio Menezes de Gaia para o Porto. Fica no entanto, saber o que fará Rui Rio depois da política autárquica.

Não seria de espantar que esperasse o tempo necessário para ser lider social-democrata. As eleições em 2015 ainda são uma incógnita. Mas demore o tempo que fôr, Rio vai descansar um pouco para depois assumir uma futura liderança do PSD...No governo ou na oposição!

Passos arrojados

As propostas no sentido de extinguir o número de freguesias são bem vindas. Porém, um passo mais arrojado deve ser dado em relação às autarquias.

Tendo estas enormes buracos financeiros, por causa das inúmeras obras autárquicas que são feitas para municipe votar; é preciso criar condições para estas sejam menos gastadoras.

Já ouvi por exemplo, a sugestão da criação do Presidente da Àrea Metropolitana, que tinha como funções gerir os diversos serviços que as autarquias têm no seu pelouro. Com isto evitava-se gastos desnecessários, porque todas estas competências seriam fundidas e racionalizadas.


No entanto, se a questão das freguesias deu polémica, em relação às autarquias nem vale a pena ter esperança. Sabemos nós que o bloco central depende muito da sobrevivência da manutenção das Câmaras em seu poder, principalmente o PSD que sempre teve grandes dinossauros no poder local. Se não se pode extinguir, pelo menos arranje-se forma de as fazer funcionar melhor.


segunda-feira, 26 de março de 2012

A Guerra de Obama



"o tempo está a esgotar-se". É assim que Barack Obama ameaça o Irão e as suas armas nucleares.

Para além de ser um tema de campanha, isto soa-me a principio de guerra. O Nobel da Paz não vai ficar atrás de W.Bush e parece já ter escolhido o alvo.

Se não é povo que consegue derrubar o regime ayatollah, então Obama fará o favor de pelo menos tentar.

Até porque sabemos que com estes países é dificil uma resolução diplomática.

sábado, 24 de março de 2012

Se duvidas houvesse

Esta fotografia esclarece tudo.

Paulo Portas tem um peso neste governo muito semelhante ao Ministro das Finanças e ao próprio Relvas que controla o aparelho.

O actual lider do CDS está claramente a ganhar pontos, para no futuro conseguir tirar proveito para si e para o seu partido. Por agora, o governo está unido e esta fotografia mostra isso mesmo, mas daqui a uns tempos Portas poderá usar o seu poder para outros voôs.....


sexta-feira, 23 de março de 2012

Enfiar o Capucho

A poucas horas do inicio do congresso do PSD, que já decorre quando escrevo estas linhas, António Capucho decidiu sentir-se ostracizado e desiludido com a actual liderança.

O sentimento do fundador do PSD é legitimo e normal, mas não se entende a oportunidade destas críticas de alguns sectores laranjas que ainda lidam mal com a mudança de mentalidades e poderes nos sociais-democratas.

António Capucho é só mais um exemplo de como PPC tem tido dificuldades em agarrar o partido, apesar de estar no governo. A sua liderança e a união com o CDS é algo que alguns sectores laranjas não aceitam de todo.

Já não é a primeira vez que Capucho se sente ostracizado. De facto, há muito que o ex-autarca de Cascais anda a pedir atenção a diversos lideres do PSD. Como não há quem lhe dê mimo, eis que existe uma forma subtil de disparar contra actual direcção em vésperas da reunião magna. A mim parece-me que o ex Conselheiro de Estado está à espreita de uma janela de oportunidade. L

Jobs for the others

O Governo Passos Coelho propôs o nome de Teixeira dos Santos, para Administrador não executivo da PT.


Para quem passa a vida a criticar o governo PSD-CDS sobre as nomeações políticas, esta é uma grande resposta do Executivo, do PM e principalmente de Vitor Gaspar.


Apesar do cargo ser não executivo, é uma demonstração da pluralidade e abertura para aqueles que reconhecidamente têm qualidade, e Teixeira dos Santos é um deles; integrarem administrações de empresas públicas, ou semi-publicas.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Até os barcos navegam no Tejo...

Esta notícia, é o reflexo da inopotuna greve de hoje. Arménio Carlos, quis entrar com uma greve na liderança da CGTP para marcar posição e notoriedade. Não é normal que os Sindicatos façam duas greves gerais em apenas 5 meses, pelo que a imagem de um barco a navegar em dia de greve demonstra bem a pouca adesão e interesses dos trabalhadores em seguir os sindicatos.

Por razões históricas, a Soflusa e a Transtejo são das empresas que mais aderem a este tipo de iniciativas, obrigando os residentes na Margem Sul a entupirem as pontes sobre o Tejo.

Se a Carris funciona quase na sua plenitude, e os barcos trabalham no rio, é razão para acreditar que este tipo de sindicalismo arcaico e radical tem os seus dias contados.

Nem Arménio Carlos consegue dar números de adesão à greve à hora de almoço, o que contraria os ultimos onde Carvalho da Silva fazia o ponto da situação ao meio do dia. O actual secretário geral da CTGP ficou-se pelo mero "um numero significativo de trabalhadores aderiu à greve".

Há-de chegar o dia em que os barcos navegarão tranquilamente pelo Tejo nestas ocasiões.

quarta-feira, 21 de março de 2012

As greves já não fazem falta



Esta fotografia mostra como vai ser o país amanhâ. Tudo a trabalhar, menos aqueles que se acham donos e senhores da verdade.

A CTGP convocou mais uma greve, para lutar contra a legislação laboral e o desemprego. No fundo, o que a intersindical faz é parar o país para o fazer crescer. Nada mais anedótico e surrealista.

Se as pessoas estão fartas das greves, já não aguentam as explicações tontas dos Sindicatos. A CGTP apesar de ter mudado de lider, continua a não alterar as suas ideias, parecendo a FENPROF com o seu teimosismo comunista de nunca ceder perante os capitalistas que estão no governo.

O problema é que os ditos capitalistas têm a população do seu lado, porque como se viu na ultima greve geral a adesão já foi bem menor do que o esperado.

terça-feira, 20 de março de 2012

Dividas autárquicas

Há quem pense que as autarquias e as respectivas empresas municipais são um dos cancros da nossa democracia.

Ao atingirem 12 milhões de dividas, as autarquias precisam urgentemente de emagrecer em termos orçamentais e administrativamente.

Se o Governo acordou com a troika a redução de freguesias, o mesmo deveria ser feito em relação aos Municipios. O problema é que ao tocar nas Câmaras, vai-se mexer em interesses partidários, porque são os dois grandes partidos do bloco central que vivem politicamente das Câmaras Municipais. Extinguir municipios seria também perder apoios fundamentais.
Apesar disso, não se pode continuar a gastar milhões de euros em campos de futebol inuteis, pavilhões vazios, rotundas para municipe ver e politécnicos que servem apenas para decorar.
É óbvio que as autarquias não correm o mesmo risco das Regiões autónomas, mas era tempo dos dinossauros autárquicos serem responsabilizados de forma eficaz.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Nomeações Passistas

Os dados apresentados são bastante importantes para quem acha que em Portugal são todos iguais.

O Governo de Passos fez menos nomeações do que Socrates em 7 meses de governação. Apesar de algumas terem sido escandalosas e a roçar o ridiculo, a verdade é que PPC tem cumprido com a sua palavra. Não se pode pedir a um Governo que não faça nomeações politicas, porque isso acontece em todo o lado, mas o que se exige é seriedade, transparência e que não abuse do poder.

Este é um dado importante e que vem na linha coerente mantida por este executivo, pelo que é de acreditar que com Passos Coelho o país vai mesmo dar uma volta.

domingo, 18 de março de 2012

Um segundo resgate : os dois lados da questão

Uns dizem que é preciso, outros não.

Curioso é que as vozes de fora alertam-nos para o perigo de ser necessário um novo resgate. Para além dos gurus da economia, os próprios gregos avisaram para o facto da situação grega também ter começado de forma positiva. E depois foi o que se viu......

Também o Presidente Executivo da PIMCO considera que Portugal vai seguir o mesmo exemplo grego, apesar da boa avaliação feita pela troika na recente visita ao nosso país. Isto porque, a situação não é culpa exclusiva de Portugal mas da própria Europa.



Mais optimistas andam os nossos governantes e em especial Vitor Gaspar e Pedro Passos Coelho. A mensagem que passa é que está a tudo a ser cumprido e que já no próximo ano iremos ter crescimento. Ou seja, o poupar é só mesmo até Dezembro, depois é voltar a gastar à grande e à francesa.


Se se confirmar o pedido de segundo resgate, será uma derrota política para Passos Coelho e os problemas na sua governação podem começar aí.


Apesar das mensagens contraditórias, uma coisa o povo português já entendeu : é preciso poupar e muito...porque agora também já não há dinheiro.


sexta-feira, 16 de março de 2012

Encenação policial



Esta fotografia corre o Mundo inteiro. George CLooney e o seu pai foram detidos numa manifestação junto à Embaixada do Sudão nos Estados Unidos.

É estranho que nesta fotografia o actor não ofereça resistência. As causas da detenção são, porventura ainda desconhecidas....

Estamos perante uma excelente encenação montada, não se sabendo com que fim.....

Ninguém duvida que o Clâ Clooney vai ser libertado de imediato...

Curioso que os fotógrafos apanham o exacto momento em que ele e o pai são algemados...

Publicidade?

quarta-feira, 14 de março de 2012

Caminho Aberto para António Costa

Parece moda mas não. Ou melhor, é uma moda necessária para se conseguir aquilo que na política se chama de "votos". Para melhor entendimento, é preciso notoriedade e para isso o que está a dar é lançar livros, seja em estilo de autobiografia ou revelar as ideias políticas que se tem para o país e não só.

Foi o que fez António Costa, ao lançar o seu livro que se chama "Caminho Aberto". Mas outros houve que também decidiram abrir o jogo contando uma história. Passos Coelho, Seguro, Marques Mendes e outros. Todos eles, à excepção de Marques Mendes escreveram as suas ideias políticas antes de se lançarem na vida política, sendo que o primeiro facto serviu para acentuar o segundo.

O grande responsável por esta moda foi sem duvida Cavaco Silva, que lançou a sua Autobiografia politica para preparar o ataque a Belém. Ele que andava sem dar conta de si durante quase 10 anos.


António Costa, como não poderia deixar de ser, não exclui uma candidatura a Belém nem a outro cargo, p.exemplo, liderança do Partido Socialista.


Penso mesmo que este Caminho Aberto tem em conta a pouca segurança do actual lider do PS.

Al Gore renasce a sua candidatura

O ex-candidato à Casa Branca, Al Gore reapareceu na cena publica com uma nova ideia : O ex vice-presidente desafia os internautas a "ocupar a democracia".

Para quem acha que Al está a incentivar um movimento igual ao do 15 de Outubro, esqueçam porque não é nada disso.

Isto de andar na rua a manifestar e a pedir satisfação aos governos já não se usa. Agora as revoluções fazem-se na net, nos blogues, nas redes sociais, etc etc etc. Veja-se que a Primavera Árabe começou no Facebook.

O que Al Gore agora propõe há muito se pratica, até porque o crescimento e importância da opinião do cidadão nos blogues é cada vez mais importante e relevante. Hoje já ninguém lê comentários nos jornais do dia seguinte. O importante é o momento.


Mas o que pretende Al Gore? Depois do seu "Verdade Inconveniente2, o ex-candidato vem agora com o "ocupar a democracia". Estamos em ano de eleições e Barack Obama vai para o seu ultimo mandato, portanto é preciso começar a apalpar o terreno para uma futura candidatura.

terça-feira, 13 de março de 2012

Ninguém gosta dele

Afinal não são só os portugueses e os restantes membros do Governo que não gostam de Alvaro Santos Pereira ,

Oli Reihn, o vice-presidente da Comissão Europeia, aterra amanhâ em Portugal para se reunir com os parceiros sociais, o Governador do Banco de Portugal, deputados e o Governo. O Ministro da Economia e a CGTP estão excluídos destas reuniões relacionadas com o Acordo de Concertação Social.
Parece que foi um pedido expresso do dirigente europeu, isto um dia depois da primeira demissão no Governo Passos Coelho.
A vida corre mal ao Álvaro e aposto tudo que um ano depois do seu regresso do Canadá, este ex-emigrante tem o bilhete de ida guardado na Residência oficial do PM.

O primeiro tombo

Ao fim de 9 meses, o Governo tem a primeira baixa desde que iniciou funções em Junho de 2011.

A primeira cara a sair do Executivo foi o Secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes alegando problemas pessoais.

No entanto, a oposição acredita nos motivos da saída e especula.

Este é o primeiro a cair na equipa Ministerial de Álvaro Santos Pereira. Se o Ministro da Economia já vinha sendo o elo mais fraco até por causa da questão dos Fundos do QREN, com esta demissão, o Álvaro fica ainda numa situação pior.

Há quem diga que primeiro caem os Secretários de Estado e depois é que tomba o Ministro.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Merkel é popular

A notícia é supreendente tendo em conta o momento que atravessamos. Afinal, a chanceler Merkel é bastante popular entre os cidadãos da Alemanha, Espanha, Itália, França e Reino Unido.

Penso que o resultado seria bem diferente se incluíssem países como Portugal, Grécia e Irlanda, mas esses não contam para as estatisticas porque não fazem parte do "super quinteto".

Não deixa de ser interessante que até no próprio Reino Unido, Merkel consegue ter mais popularidade que Nicolas Sarkozy que está em descrédito total, mesmo dentro da França e que por isso mesmo pode vir a perder as eleições.

Esta popularidade pode dar frutos a Merkel nas eleições de Outubro deste ano na Alemanha. Assim sendo, é uma má notícia para nós que teremos de continuar sob a sua "orientação" nos próximos anos.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Ganhou o Gaspar...

O PM atribuiu a liderança dos fundos relativamente ao QREN ao Ministro das Finanças Vitor Gaspar.

Perante isto já todos sabemos porque razão Passos Coelho se reuniu com Alvaro Santos Pereira de forma urgente na Segunda Feira passada. Não para o demitir mas para que o Ministro da Economia tivesse conhecimento da sua escolha não pelos jornais mas sim pela própria voz. Uma excelente atitude do PM que revelou saber gerir o dossier e assim não prejudicar a imagem do Governo deixando para os analistas e a oposição as especulações. Mas isto só mostra que o Executivo de Passos Coelho está bem unido na determinação de resolver o problema do país e que PPC é um excelente gestor de recursos humanos.

terça-feira, 6 de março de 2012

Obama e Israel

Obama encontrou-se com Benjamim Netanyahu para reforçar laços de amizade entre os dois países, apoiar Israel na sua causa e apelar à "solução diplomática" no conflito com o Irão, que por agora não é armado.

Também afirmou que um Irão nuclear é "inaceitável". Até aqui estamos de acordo.

Lembram-se quem apelava ao sentido diplomático e depois partia para a guerra? Recordam-se do Iraque?

Este encontro surge um dia depois do Presidente dos EUA manifestar e não descartar um conflito armado com o país dos ayatollahs......

Até Novembro nada se irá passar por causa das eleições presidenciais, mas é bem provável que durante a campanha consigamos retirar alguma coisa de Obama em relação ao que irá fazer com o Ahmanidejad....

Depois do Iraque, o Irão é o novo alvo dos Estados Unidos.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Surfista escapa de ser engolida por baleia

Irão entalado

Barack Obama vem dizer que prefere a via diplomática para resolver a questão iraniana mas que não excluiu o uso da força.

Também W.Bush falou primeiro em solução pacifica na situação iraquiana mas acabou por resolver a contenda pela via da guerra e com milhares de baixas.

Quandos os Estados Unidos falam estamos perante o principio de algo, nem que seja o fim do Estado de Israel, o principal alvo da ira iraniana e o teste principal de um eventual ataque nuclear proposto por Ahmanidejad.

O actual Presidente está em ano de reeleição e este será um tema da campanha lá para Novembro, por isso não é de descartar mais um conflito à escala Mundial. Porque já vimos que as Nações Unidas pouco ou nada resolvem....


domingo, 4 de março de 2012

Putin

Vladimir Putin deverá ganhar hoje as eleições na Russia. Se o mais provável acontecer, serão as eleições mais polémicas e dificies para o actual Presidente da Russia, mas mesmo assim a vitória é garantida para um dos mais carismáticos Presidentes de todo o Mundo.

Nunca em tanto tempo Vladimir enfrentou tanta contestação e protestos, embora alguns reconheçam que foi com Putin que a Russia melhorou bastante. Mas não chega e a indignação crescente não revela nada de bom para o Presidente nem para a Russia nos próximos anos.

sexta-feira, 2 de março de 2012

O Pacto Franco - Alemão

O Pacto Orçamental que impõe regras e restrições ao Orçamento dos países do Euro e não só já foi assinado.

Com este passo, inicia-se uma nova etapa na construção europeias, mais a nível económico do que política, porque esta ideia está ultrapassada nesta União cada vez mais guiada pelos Alemães e Franceses. De fora deste acordo ficaram os ingleses e os checos, sendo também que a Irlanda vai referendar este Pacto, o que pelo histórico das consultas em território irlandês pode ser um problema para os 25.

Na minha opinião, todos os países deviam levar a cabo a atitude da Irlanda para que exista maior participação e transparência na construção europeia, porque não se pode amarrar os países a um Pacto ou Tratado que não seja eficaz. Não se percebe como se avança nesta direcção sem se saber ao certo o que vai acontecer com a Grécia e Portugal. É que se helénicos e portugueses falharem os seus compromissos esta ideia franco-alemâ está morta à nascença porque não é limites de endividamente nas respectivas constituições que se chega concorre com a China, EUA, Brasil e India.



quinta-feira, 1 de março de 2012

Vem aí o clássico...

Vem aí no clássico mais apetecido do futebol português e ainda por cima quando as duas equipas estão empatadas no número de pontos e golos marcados. O que faz a diferença são os golos sofridos e nesse campo os azuis e brancos levam vantagem e isto apesar da diferença de qualidade dos sectores.


O FC Porto vai à Luz com o moral reforçado e com a certeza que poderá repetir os êxitos da época passada no estádio do grande rival. Já o Benfica com três jogos em branco, entrará em campo com as memórias de um passado recente.



Isso é para os teoricos, porque quando o árbitro apitar o que interessa será a entrega e dedicação dos intervenientes, mas por parte dos treinadores haverá um certo receio até porque depois ainda vão faltar 27 pontos e jogos importantes por disputar.



Começa amanhâ uma fase importante do campeonato porque há um Santo Braga à espreita e nestas contas do título o Sporting que anda nas ruas da amargura vai baralhar os três candidatos...



O Costa bateu no fundo






Há um mês o mundo assistiu ao naufrágio do navio Costa Concordia, da maneira bizarra que todos vimos : o facto do capitão ter decidido ir cumprimentar um familiar deu origem a vitimas mortais mas também a risos por parte do capitão do Titanic.


Esta semana houve mais uma aventura maritima, mas desta vez nas Seychelles. O autor da palhaçada foi o navio Costa Allegra que não sendo irmão ou primo do Concordia faz parte da mesma empresa. O problema foi um incêndio no navio que o deixou à deriva, ficando os passageiros com a nitida sensação que iriam ter o mesmo destino de alguns dos habitantes do que acabou por falecer bem perto de terra, ao ponto de servir como paisagem para certas pessoas.


O barco ficou à deriva e foi preciso um rebocador para que os passageiros ficassem definitivamente tranquilos. Mesmo assim tiveram de dormir ao relento durante uma semana, mas tendo em conta que estavam nas Seychelles isso não era nenhum problema.


Após estas manifestações de segurança por parte da empresa que é dona destes navios, não tenho duvida alguma que a mesma irá declarar falência dentro de cinco ou seis dias.