quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O efeito inútil das greves

Arménio Carlos acaba de marcar uma greve para dia 22 de Março. Será o seu primeiro acto de protesto enquanto lider da CGTP.

Esta será uma greve contra o agravamento da legislação laboral. No minimo é ridiculo, o argumento, o timing e a oportunidade da greve. Um dia depois, realiza-se o congresso do PSD, pelo que é preciso que se discute as causas e consequências da luta.


Será a terceira greve no espaço de dois anos, porque as ultimas duas foram no final de 2010 e 2011. Havendo esta agora em Março é bem possível que no final do ano venhamos a ter outra.


É por acções destas que os sindicatos e os seus lideres estão em frequente declínio no nosso país e são olhados de lado pelas pessoas que não suportam estas atitudes em tempos de crise.


Um sinal positivo foi dado em Novembro, devido ao facto dos números de adesão terem caído em relação a anos anteriores, o que significa a consciencialização por partes dos trabalhadores que só exercendo os seus deveres conseguem combater a crise e os problemas das empresas que representam.


Perante isto, esta greve e as vindouras terão dificuldades em atingir os governos.


Sem comentários:

Enviar um comentário