quarta-feira, 9 de maio de 2012

domingo, 6 de maio de 2012

Todos contra a Alemanha

E se a Europa agora se unisse contra a Alemanha? Não a Europa toda, mas os países com mais poder económico e influência política no seio da UE. Excluímos o Reino Unido porque vivem numa ilha à parte e não estão no Euro.
Mas se Itália, Espanha e França estiverem unidos na implementação de medidas que não sejam só de austeridade, podemos chegar a um novo caminho que não seja aquele a que Grécia, Irlanda e Portugal estão condenados. A acontecer a vitória de Hollande, pode nascer uma nova Europa dos Três.

sábado, 5 de maio de 2012

Gestão danosa no tribunal

Aqui está a primeira consequência da trafulhice que foram as politicas do governo Socrates, nomeadamente ao nível da obras públicas. Sendo que a questão das SCUTS teve um impacto muito negativo nos orçamentos.
Se a acção do ACP vingar, pode ser o primeiro de muitos processos envolvendo os mais altos responsáveis da gestão governativa do nosso país. Ao menos alguém teve a coragem de confrontar a gestão Sócrates nos tribunais.....

terça-feira, 1 de maio de 2012

Alerta de PM

Pedro Passos Coelho, no discurso do 1º de Maio perante os TSD, deixou um alerta aos portugueses : o nível de desemprego em Portugal vai aumentar nos próximos dois anos.
Num dia especial e no momento em que atravessamos, é de louvar a honestidade de PPC.  Quase a completar um ano como PM, PPC aponta a um futuro difícil e sombrio. 
Em vez de reclamar para si o caminho que estamos a seguir, preferiu alertar com sinceridade as pessoas para o que aí vem, isto num dia em que milhares de portugueses decidiram largar muitos euros em compras que muito provavelmente não irão necessitar.
Enquanto que o país real que nos levou a este estado fazia filas para ir ao Supermercado, o PM lançava um alerta e dava no fundo um bom conselho.
Ao contrário de muitos opinadores, PPC tem feito uma política séria e honesto, não iludindo os portugueses. Muito diferente do estilo Socrates.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Menos e menos

Isto é espantoso. Ninguém quer acreditar que está a acontecer em tempo de crise financeira. Será que há movimentos que nós não sabemos e que estamos perante uma nova realidade?
Sorte a nossa. Há que aproveitar ao máximo, mas infelizmente nunca baixará para os preços de antigamente. Menos de um euro por litro... 

quinta-feira, 26 de abril de 2012

quarta-feira, 25 de abril de 2012

O sempre ex-Presidente

A atitude de Soares não comparecer nas cerimónias institucionais do 25 de Abril revela arrogância e falta de educação. Soares sempre foi um dos melhores politicos da nossa era e a ele devemos-lhe a democracia, mas isso não lhe dá o direito de dizer sempre o que pensa nem de ter comportamentos deste tipo. Não se percebe, que sendo Soares um daqueles a quem a Associação 25 de Abril faz referência, tenha uma atitude de solidariedade para com os militares de Abril.
Ao ter feito isto, Soares desrespeitou o povo português que lhe paga com toda a caridade a renda da sua Fundação e os seus quatro lugares de estacionamento.
Mário Soares parece nunca ter saído da cadeira de Presidente da República e de viver com dificuldades de aceitação em relação ao facto de ser hoje um simples cidadão anónimo, mesmo que ex-Presidente da Republica. Para o ano, Soares vai voltar a estar presente nas cerimónias?

terça-feira, 24 de abril de 2012

Os crimes informáticos e de mau gosto

Há quem vá preso por roubar, violar, furtar, enganar e outros. 
Os crimes informáticos são uma novidade com que a justiça se tem de deparar neste inicio de século, mas condenar um jovem por piratear musicas de Delfins, João Pedro Pais e Alanis Morissette, é no mínimo rídiculo. Pior só mesmo o gosto musical do condenado, que não vai passar vergonha pela condenação, mas porque ouve JPP, Delfins e Alanis Morissette!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Abril, Revoluções Mil

Em vésperas do aniversário do 25 de Abril, há mais uma voz de Abril ( ou neste caso de Novembro) a apelar a uma revolução feita pelo povo. Estando já os militares em reforma, agora é o povo que tem de tomar conta disto e indicar um caminho diferente para este país, porque a democracia já está esgotada há muito. No fundo, o que militares de Abril e Novembro andarem a fazer já não serve neste momento.
Não se entende, qual a razão deste contínuo apelo ao protesto popular, como se as instituições caíssem ao primeiro burburinho de esquerda. 
Pior do que tudo, é que ninguém aponta um caminho ou arranja uma solução. Essa é a verdade. Porque de facto, também já não depende de nós aquilo que se vai passar daqui a três ou quatro anos.

domingo, 22 de abril de 2012

Fim do sonho Sarkozy

François Hollande venceu a primeira volta das presidenciais francesas e vai muito provavelmente vencer a segunda.
Apesar de até dia 6 de Maio ainda muita coisa acontecer, uma dado parece já ser claro : Sarkozy perdeu muito com as suas posições de quase extrema direita, num país multicultural e com muitos emigrantes. 
A sua relação com Merkel e o caminho que está a tentar guiar a Europa com imposições e grupinhos à parte também prejudicou o ainda Presidente francês.
Quanto ao futuro Presidente, é de esperar que coloque um travão ás aspirações de Merkel e supere a grave crise financeira em que se encontra também o país.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

O exemplo de má politica

Este é um exemplo de má politica e que em nada beneficia a imagem do Parlamento e dos nossos representantes. A forma como os partidos radicais tentam alterar uma iniciativa do governo, só para se divertirem é indecente. 
Não se entende como é que alguém, neste caso colectividades políticas, perdem tempo com iniciativas legislativas deste género. Em nada beneficia a AR mas também os próprios partidos. 
Por tudo isto, é natural que estes pequenos partidos continuem a ter uma votação miserável. Eu não consigo entender a razão da continuidade e existência do Partido OS Verdes na nossa democracia.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Mais uma voz insegura

Mais uma. Mais uma voz discordante da actual liderança e política seguida por António José Seguro. Esta, ganha mais peso porque vem de uma ex-ministra de José Socrates, que ainda paira no Largo do Rato.

Depois de Isabel Moreira, Pedro Nuno Santos, entre outros,.....começa agora a fase em que os ex-ministros socráticos criticam AJS. Isto não tem fim. E o aniversário do primeiro ano na liderança está a chegar.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Um Coelho prestes a ser apanhado

Esta polémica dos subsídios ainda não tem fim à vista. É óbvio que o governo deveria ter falado a uma só voz e não ter dado muito barulho em relação a esta questão. Uma vez terminada a polémica inicial, quando a questão voltasse à baila, apenas uma pessoa deveria ter dado a cara.

No entanto, e uma vez já esclarecida pelo próprio PM, a oposição comete um erro ao continuar com esta questão, porque todos já percebemos qual o objectivo de Passos Coelho. Até porque o mais lógico é que os subsídios sejam repostos no Orçamento do ano seguinte ao fim do programa de assistência financeira. Se se está a cumprir um programa, não se mudam as políticas a meio do jogo, porque isso retiraria brilho e credibilidade.

Contudo, o governo arriscou a sua "credibilidade", porque 2015 é um ano de eleições e assim este anúncio feito por PPC é logo aproveitado pela oposição para fazer especulações.

PPC vai ser preso por ter e não ter cão e pode pagar caro essa atitude, no entanto é de ressalvar a atitude e honestidade política e pessoal de PPC.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

O homem da paz mas que nunca foi premiado

Kofi Annan foi um excelente Secretário Geral das Nações Unidas. Representou bem a instituição, deu-lhe credibilidade e conseguiu sanar muitos conflitos.

A sua presença como mediador no conflito da Libia é garante de estabilidade na região, após quase um ano de sangue e violentos confrontos. No entanto, Bashar Al-Assad não sai porque continua com o apoio da Russia e China. Durará pouco este cessar fogo conquistado por um homem que já deveria ter recebido um prémio nobel da Paz. Pelo menos, já fez mais pela paz no Mundo do que Barack Obama.


Gabriela, a grande artista

Para Gabriela Canavilhas, a existência de candeeiros de Siza Vieira em espaço escolar, deveu-se ao facto de ele ser "um grande artista".

Depois da festa de arquitectos e construtores de Maria Lurdes Rodrigues, ficamos a saber que a Parque Escolar foi um autêntico encontro de artistas e mercenários políticos.


sexta-feira, 6 de abril de 2012

Barack e o voto feminino




Depois de ter falhado na Saúde, Obama tenta conquistar os votos das Mulheres. De todas as raças, etnias e géneros, Barack Obama este ano aposta tudo na Igualdade.

Também no voto das mulheres, Obama ganha claramente a Romney.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

O dia em que Seguro perdeu a liderança do PS



O dia em que António José Seguro perdeu a liderança do PS foi este, muito embora tenha ganho a Presidência dias depois....

ou então foi no dia em que António José Seguro ( já lider do PS..), decidiu interromper uma entrevista a António Costa.

Não há segurança neste PS....

Pedro Nuno Santos deu o mote para que a confusão se instale no PS. Recorde-se que AJS ainda nem tem um ano à frente da liderança do PS. Para lá se caminha mas entretanto, a revolução já chegou ao Largo do Rato.

A desculpa dada por PNS foi que estava contra o Tratado Orçamental, que tanto Seguro criticou. O deputado quer o voto contra, mas o que pretende mesmo é abrir uma ferida no grupo parlamentar e na direcção socialista.

Tal como aconteceu em situações com o PSD, o grupo parlamentar é o maior problema de um lider eleito após uma legislativas em que esse partido perdeu. Tudo porque o novo lider é sempre alguém "fora" do circulo do ex-lider, pese embora Seguro tenha estado muito tempo com Socrates. O problema é que os actuais deputados querem mesmo é António Costa. Bem esteve PPC ao não se sentar no Parlamento com um grupo escolhido por Manuela Ferreira Leite. Perante este facto, é de pensar que Costa é o senhor que se segue.

Primeiro foi Isabel Moreira (uma independente mas com língua socialista) a dar o tiro de partida. Agora a situação é mais grave porque trata-se de um vice-presidente da bancada parlamentar.

No meio de tudo isto, ainda há que ter em conta Marcelo de Rebelo de Sousa que meteu a foice em seara alheia para abanar ainda mais o barco. Já de si quase no fundo....

A noite promete ser de animação, já que Seguro vai reunir-se com o grupo parlamentar, pelo que não é admirar mais demissões....

E ainda há a questão de não saber como fazer oposição, tendo em conta o juramento feito à troika.


terça-feira, 3 de abril de 2012

Pouca gasolina



Tal como cá, nos Estados Unidos uma das grandes preocupações é o preço dos combustivies. Com a escassez de petróleo, a subida dos preços nos outros ramos e o nivel do aumento do custo de vida, o preço dos combustiveis são uma autêntica dor de cabeça para os automobilistas de todo o mundo. A comparação entre os preços nos diversos países já não é feita pelos consumidores, porque se atingiu um nível tão elevado que dificilmente desce.

O problema é sempre o mesmo : as companhias petrolíferas que usam e abusam da liberdade que lhes é concedida, que nem uma ameaça presidencial os leva a mudar de ideias. Tudo porque o mercado é livre e cada um faz o que quer, havendo um monopólio que não permite uma diferenciação de preços.

Esse é o maior problema, é que não há nenhum que seja mais barato.

domingo, 1 de abril de 2012

Grécia ao fundo

É oifical. A Grécia entrou hoje em bancarrota definitiva. O esperado aconteceu e desta é que foi mesmo.
A UE reuniu-se de emergência, tal como o governo grego e o português, para evitar qualquer tipo de situação semelhante.
Assim, os gregos ficarão fora do Euro, talvez da União Europeia e até quem sabe da própria terra.
O regresso ao Dracma é assim uma realidade. É apenas o primeiro a cair?

sábado, 31 de março de 2012

A electricidade abandonada

Este é mais um monstro socialista e uma herança deixada na rua por José Socrates. A sua utilização é tão escassa que nem sabemos porque razão continuam a encher as ruas da cidade.


Pior, são a manutenção de 3 postos num parque de estacionamento ao pé de uma Universidade nos arredores de Lisboa. Como se os alunos tivessem dinheiro para conseguirem comprar um carro eléctrico.


Mas eles lá continuam sozinhos e abandonados, à espera que alguém os ligue.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Oportunidade para estar calado II

"O nosso consenso europeu não tem sede em Berlim" - António José Seguro, hoje no Debate quinzenal com o PM.


Veremos em quanto tempo Seguro muda de opinião e se fosse governo também não era uma marioneta de Merkel.



quinta-feira, 29 de março de 2012

O bem e o mal juntos

É interessante esta fotografia e que certamente ficará na história. Não porque seja histórico, mas pelo seu simbolismo. De um lado o bem e do outro o mal. A prova que o oposto pode coabitar foi o encontro entre Fidel e Bento XVI.

Apesar dos pedidos do primeiro, é óbvio que o segundo mesmo não estando activo politicamente não irá dar ouvidos. Mas o que fica é esta imagem.


quarta-feira, 28 de março de 2012

terça-feira, 27 de março de 2012

Mudança de cadeiras



A ter em contas as ultimas declarações de Menezes no recente Congresso do PSD, em 2013 haverá mudanças importantes.

Marco António Costa transitará do governo para a Câmara de Gaia, o próprio Menezes de Gaia para o Porto. Fica no entanto, saber o que fará Rui Rio depois da política autárquica.

Não seria de espantar que esperasse o tempo necessário para ser lider social-democrata. As eleições em 2015 ainda são uma incógnita. Mas demore o tempo que fôr, Rio vai descansar um pouco para depois assumir uma futura liderança do PSD...No governo ou na oposição!

Passos arrojados

As propostas no sentido de extinguir o número de freguesias são bem vindas. Porém, um passo mais arrojado deve ser dado em relação às autarquias.

Tendo estas enormes buracos financeiros, por causa das inúmeras obras autárquicas que são feitas para municipe votar; é preciso criar condições para estas sejam menos gastadoras.

Já ouvi por exemplo, a sugestão da criação do Presidente da Àrea Metropolitana, que tinha como funções gerir os diversos serviços que as autarquias têm no seu pelouro. Com isto evitava-se gastos desnecessários, porque todas estas competências seriam fundidas e racionalizadas.


No entanto, se a questão das freguesias deu polémica, em relação às autarquias nem vale a pena ter esperança. Sabemos nós que o bloco central depende muito da sobrevivência da manutenção das Câmaras em seu poder, principalmente o PSD que sempre teve grandes dinossauros no poder local. Se não se pode extinguir, pelo menos arranje-se forma de as fazer funcionar melhor.


segunda-feira, 26 de março de 2012

A Guerra de Obama



"o tempo está a esgotar-se". É assim que Barack Obama ameaça o Irão e as suas armas nucleares.

Para além de ser um tema de campanha, isto soa-me a principio de guerra. O Nobel da Paz não vai ficar atrás de W.Bush e parece já ter escolhido o alvo.

Se não é povo que consegue derrubar o regime ayatollah, então Obama fará o favor de pelo menos tentar.

Até porque sabemos que com estes países é dificil uma resolução diplomática.

sábado, 24 de março de 2012

Se duvidas houvesse

Esta fotografia esclarece tudo.

Paulo Portas tem um peso neste governo muito semelhante ao Ministro das Finanças e ao próprio Relvas que controla o aparelho.

O actual lider do CDS está claramente a ganhar pontos, para no futuro conseguir tirar proveito para si e para o seu partido. Por agora, o governo está unido e esta fotografia mostra isso mesmo, mas daqui a uns tempos Portas poderá usar o seu poder para outros voôs.....


sexta-feira, 23 de março de 2012

Enfiar o Capucho

A poucas horas do inicio do congresso do PSD, que já decorre quando escrevo estas linhas, António Capucho decidiu sentir-se ostracizado e desiludido com a actual liderança.

O sentimento do fundador do PSD é legitimo e normal, mas não se entende a oportunidade destas críticas de alguns sectores laranjas que ainda lidam mal com a mudança de mentalidades e poderes nos sociais-democratas.

António Capucho é só mais um exemplo de como PPC tem tido dificuldades em agarrar o partido, apesar de estar no governo. A sua liderança e a união com o CDS é algo que alguns sectores laranjas não aceitam de todo.

Já não é a primeira vez que Capucho se sente ostracizado. De facto, há muito que o ex-autarca de Cascais anda a pedir atenção a diversos lideres do PSD. Como não há quem lhe dê mimo, eis que existe uma forma subtil de disparar contra actual direcção em vésperas da reunião magna. A mim parece-me que o ex Conselheiro de Estado está à espreita de uma janela de oportunidade. L

Jobs for the others

O Governo Passos Coelho propôs o nome de Teixeira dos Santos, para Administrador não executivo da PT.


Para quem passa a vida a criticar o governo PSD-CDS sobre as nomeações políticas, esta é uma grande resposta do Executivo, do PM e principalmente de Vitor Gaspar.


Apesar do cargo ser não executivo, é uma demonstração da pluralidade e abertura para aqueles que reconhecidamente têm qualidade, e Teixeira dos Santos é um deles; integrarem administrações de empresas públicas, ou semi-publicas.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Até os barcos navegam no Tejo...

Esta notícia, é o reflexo da inopotuna greve de hoje. Arménio Carlos, quis entrar com uma greve na liderança da CGTP para marcar posição e notoriedade. Não é normal que os Sindicatos façam duas greves gerais em apenas 5 meses, pelo que a imagem de um barco a navegar em dia de greve demonstra bem a pouca adesão e interesses dos trabalhadores em seguir os sindicatos.

Por razões históricas, a Soflusa e a Transtejo são das empresas que mais aderem a este tipo de iniciativas, obrigando os residentes na Margem Sul a entupirem as pontes sobre o Tejo.

Se a Carris funciona quase na sua plenitude, e os barcos trabalham no rio, é razão para acreditar que este tipo de sindicalismo arcaico e radical tem os seus dias contados.

Nem Arménio Carlos consegue dar números de adesão à greve à hora de almoço, o que contraria os ultimos onde Carvalho da Silva fazia o ponto da situação ao meio do dia. O actual secretário geral da CTGP ficou-se pelo mero "um numero significativo de trabalhadores aderiu à greve".

Há-de chegar o dia em que os barcos navegarão tranquilamente pelo Tejo nestas ocasiões.

quarta-feira, 21 de março de 2012

As greves já não fazem falta



Esta fotografia mostra como vai ser o país amanhâ. Tudo a trabalhar, menos aqueles que se acham donos e senhores da verdade.

A CTGP convocou mais uma greve, para lutar contra a legislação laboral e o desemprego. No fundo, o que a intersindical faz é parar o país para o fazer crescer. Nada mais anedótico e surrealista.

Se as pessoas estão fartas das greves, já não aguentam as explicações tontas dos Sindicatos. A CGTP apesar de ter mudado de lider, continua a não alterar as suas ideias, parecendo a FENPROF com o seu teimosismo comunista de nunca ceder perante os capitalistas que estão no governo.

O problema é que os ditos capitalistas têm a população do seu lado, porque como se viu na ultima greve geral a adesão já foi bem menor do que o esperado.

terça-feira, 20 de março de 2012

Dividas autárquicas

Há quem pense que as autarquias e as respectivas empresas municipais são um dos cancros da nossa democracia.

Ao atingirem 12 milhões de dividas, as autarquias precisam urgentemente de emagrecer em termos orçamentais e administrativamente.

Se o Governo acordou com a troika a redução de freguesias, o mesmo deveria ser feito em relação aos Municipios. O problema é que ao tocar nas Câmaras, vai-se mexer em interesses partidários, porque são os dois grandes partidos do bloco central que vivem politicamente das Câmaras Municipais. Extinguir municipios seria também perder apoios fundamentais.
Apesar disso, não se pode continuar a gastar milhões de euros em campos de futebol inuteis, pavilhões vazios, rotundas para municipe ver e politécnicos que servem apenas para decorar.
É óbvio que as autarquias não correm o mesmo risco das Regiões autónomas, mas era tempo dos dinossauros autárquicos serem responsabilizados de forma eficaz.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Nomeações Passistas

Os dados apresentados são bastante importantes para quem acha que em Portugal são todos iguais.

O Governo de Passos fez menos nomeações do que Socrates em 7 meses de governação. Apesar de algumas terem sido escandalosas e a roçar o ridiculo, a verdade é que PPC tem cumprido com a sua palavra. Não se pode pedir a um Governo que não faça nomeações politicas, porque isso acontece em todo o lado, mas o que se exige é seriedade, transparência e que não abuse do poder.

Este é um dado importante e que vem na linha coerente mantida por este executivo, pelo que é de acreditar que com Passos Coelho o país vai mesmo dar uma volta.

domingo, 18 de março de 2012

Um segundo resgate : os dois lados da questão

Uns dizem que é preciso, outros não.

Curioso é que as vozes de fora alertam-nos para o perigo de ser necessário um novo resgate. Para além dos gurus da economia, os próprios gregos avisaram para o facto da situação grega também ter começado de forma positiva. E depois foi o que se viu......

Também o Presidente Executivo da PIMCO considera que Portugal vai seguir o mesmo exemplo grego, apesar da boa avaliação feita pela troika na recente visita ao nosso país. Isto porque, a situação não é culpa exclusiva de Portugal mas da própria Europa.



Mais optimistas andam os nossos governantes e em especial Vitor Gaspar e Pedro Passos Coelho. A mensagem que passa é que está a tudo a ser cumprido e que já no próximo ano iremos ter crescimento. Ou seja, o poupar é só mesmo até Dezembro, depois é voltar a gastar à grande e à francesa.


Se se confirmar o pedido de segundo resgate, será uma derrota política para Passos Coelho e os problemas na sua governação podem começar aí.


Apesar das mensagens contraditórias, uma coisa o povo português já entendeu : é preciso poupar e muito...porque agora também já não há dinheiro.


sexta-feira, 16 de março de 2012

Encenação policial



Esta fotografia corre o Mundo inteiro. George CLooney e o seu pai foram detidos numa manifestação junto à Embaixada do Sudão nos Estados Unidos.

É estranho que nesta fotografia o actor não ofereça resistência. As causas da detenção são, porventura ainda desconhecidas....

Estamos perante uma excelente encenação montada, não se sabendo com que fim.....

Ninguém duvida que o Clâ Clooney vai ser libertado de imediato...

Curioso que os fotógrafos apanham o exacto momento em que ele e o pai são algemados...

Publicidade?

quarta-feira, 14 de março de 2012

Caminho Aberto para António Costa

Parece moda mas não. Ou melhor, é uma moda necessária para se conseguir aquilo que na política se chama de "votos". Para melhor entendimento, é preciso notoriedade e para isso o que está a dar é lançar livros, seja em estilo de autobiografia ou revelar as ideias políticas que se tem para o país e não só.

Foi o que fez António Costa, ao lançar o seu livro que se chama "Caminho Aberto". Mas outros houve que também decidiram abrir o jogo contando uma história. Passos Coelho, Seguro, Marques Mendes e outros. Todos eles, à excepção de Marques Mendes escreveram as suas ideias políticas antes de se lançarem na vida política, sendo que o primeiro facto serviu para acentuar o segundo.

O grande responsável por esta moda foi sem duvida Cavaco Silva, que lançou a sua Autobiografia politica para preparar o ataque a Belém. Ele que andava sem dar conta de si durante quase 10 anos.


António Costa, como não poderia deixar de ser, não exclui uma candidatura a Belém nem a outro cargo, p.exemplo, liderança do Partido Socialista.


Penso mesmo que este Caminho Aberto tem em conta a pouca segurança do actual lider do PS.

Al Gore renasce a sua candidatura

O ex-candidato à Casa Branca, Al Gore reapareceu na cena publica com uma nova ideia : O ex vice-presidente desafia os internautas a "ocupar a democracia".

Para quem acha que Al está a incentivar um movimento igual ao do 15 de Outubro, esqueçam porque não é nada disso.

Isto de andar na rua a manifestar e a pedir satisfação aos governos já não se usa. Agora as revoluções fazem-se na net, nos blogues, nas redes sociais, etc etc etc. Veja-se que a Primavera Árabe começou no Facebook.

O que Al Gore agora propõe há muito se pratica, até porque o crescimento e importância da opinião do cidadão nos blogues é cada vez mais importante e relevante. Hoje já ninguém lê comentários nos jornais do dia seguinte. O importante é o momento.


Mas o que pretende Al Gore? Depois do seu "Verdade Inconveniente2, o ex-candidato vem agora com o "ocupar a democracia". Estamos em ano de eleições e Barack Obama vai para o seu ultimo mandato, portanto é preciso começar a apalpar o terreno para uma futura candidatura.

terça-feira, 13 de março de 2012

Ninguém gosta dele

Afinal não são só os portugueses e os restantes membros do Governo que não gostam de Alvaro Santos Pereira ,

Oli Reihn, o vice-presidente da Comissão Europeia, aterra amanhâ em Portugal para se reunir com os parceiros sociais, o Governador do Banco de Portugal, deputados e o Governo. O Ministro da Economia e a CGTP estão excluídos destas reuniões relacionadas com o Acordo de Concertação Social.
Parece que foi um pedido expresso do dirigente europeu, isto um dia depois da primeira demissão no Governo Passos Coelho.
A vida corre mal ao Álvaro e aposto tudo que um ano depois do seu regresso do Canadá, este ex-emigrante tem o bilhete de ida guardado na Residência oficial do PM.

O primeiro tombo

Ao fim de 9 meses, o Governo tem a primeira baixa desde que iniciou funções em Junho de 2011.

A primeira cara a sair do Executivo foi o Secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes alegando problemas pessoais.

No entanto, a oposição acredita nos motivos da saída e especula.

Este é o primeiro a cair na equipa Ministerial de Álvaro Santos Pereira. Se o Ministro da Economia já vinha sendo o elo mais fraco até por causa da questão dos Fundos do QREN, com esta demissão, o Álvaro fica ainda numa situação pior.

Há quem diga que primeiro caem os Secretários de Estado e depois é que tomba o Ministro.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Merkel é popular

A notícia é supreendente tendo em conta o momento que atravessamos. Afinal, a chanceler Merkel é bastante popular entre os cidadãos da Alemanha, Espanha, Itália, França e Reino Unido.

Penso que o resultado seria bem diferente se incluíssem países como Portugal, Grécia e Irlanda, mas esses não contam para as estatisticas porque não fazem parte do "super quinteto".

Não deixa de ser interessante que até no próprio Reino Unido, Merkel consegue ter mais popularidade que Nicolas Sarkozy que está em descrédito total, mesmo dentro da França e que por isso mesmo pode vir a perder as eleições.

Esta popularidade pode dar frutos a Merkel nas eleições de Outubro deste ano na Alemanha. Assim sendo, é uma má notícia para nós que teremos de continuar sob a sua "orientação" nos próximos anos.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Ganhou o Gaspar...

O PM atribuiu a liderança dos fundos relativamente ao QREN ao Ministro das Finanças Vitor Gaspar.

Perante isto já todos sabemos porque razão Passos Coelho se reuniu com Alvaro Santos Pereira de forma urgente na Segunda Feira passada. Não para o demitir mas para que o Ministro da Economia tivesse conhecimento da sua escolha não pelos jornais mas sim pela própria voz. Uma excelente atitude do PM que revelou saber gerir o dossier e assim não prejudicar a imagem do Governo deixando para os analistas e a oposição as especulações. Mas isto só mostra que o Executivo de Passos Coelho está bem unido na determinação de resolver o problema do país e que PPC é um excelente gestor de recursos humanos.

terça-feira, 6 de março de 2012

Obama e Israel

Obama encontrou-se com Benjamim Netanyahu para reforçar laços de amizade entre os dois países, apoiar Israel na sua causa e apelar à "solução diplomática" no conflito com o Irão, que por agora não é armado.

Também afirmou que um Irão nuclear é "inaceitável". Até aqui estamos de acordo.

Lembram-se quem apelava ao sentido diplomático e depois partia para a guerra? Recordam-se do Iraque?

Este encontro surge um dia depois do Presidente dos EUA manifestar e não descartar um conflito armado com o país dos ayatollahs......

Até Novembro nada se irá passar por causa das eleições presidenciais, mas é bem provável que durante a campanha consigamos retirar alguma coisa de Obama em relação ao que irá fazer com o Ahmanidejad....

Depois do Iraque, o Irão é o novo alvo dos Estados Unidos.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Surfista escapa de ser engolida por baleia

Irão entalado

Barack Obama vem dizer que prefere a via diplomática para resolver a questão iraniana mas que não excluiu o uso da força.

Também W.Bush falou primeiro em solução pacifica na situação iraquiana mas acabou por resolver a contenda pela via da guerra e com milhares de baixas.

Quandos os Estados Unidos falam estamos perante o principio de algo, nem que seja o fim do Estado de Israel, o principal alvo da ira iraniana e o teste principal de um eventual ataque nuclear proposto por Ahmanidejad.

O actual Presidente está em ano de reeleição e este será um tema da campanha lá para Novembro, por isso não é de descartar mais um conflito à escala Mundial. Porque já vimos que as Nações Unidas pouco ou nada resolvem....


domingo, 4 de março de 2012

Putin

Vladimir Putin deverá ganhar hoje as eleições na Russia. Se o mais provável acontecer, serão as eleições mais polémicas e dificies para o actual Presidente da Russia, mas mesmo assim a vitória é garantida para um dos mais carismáticos Presidentes de todo o Mundo.

Nunca em tanto tempo Vladimir enfrentou tanta contestação e protestos, embora alguns reconheçam que foi com Putin que a Russia melhorou bastante. Mas não chega e a indignação crescente não revela nada de bom para o Presidente nem para a Russia nos próximos anos.

sexta-feira, 2 de março de 2012

O Pacto Franco - Alemão

O Pacto Orçamental que impõe regras e restrições ao Orçamento dos países do Euro e não só já foi assinado.

Com este passo, inicia-se uma nova etapa na construção europeias, mais a nível económico do que política, porque esta ideia está ultrapassada nesta União cada vez mais guiada pelos Alemães e Franceses. De fora deste acordo ficaram os ingleses e os checos, sendo também que a Irlanda vai referendar este Pacto, o que pelo histórico das consultas em território irlandês pode ser um problema para os 25.

Na minha opinião, todos os países deviam levar a cabo a atitude da Irlanda para que exista maior participação e transparência na construção europeia, porque não se pode amarrar os países a um Pacto ou Tratado que não seja eficaz. Não se percebe como se avança nesta direcção sem se saber ao certo o que vai acontecer com a Grécia e Portugal. É que se helénicos e portugueses falharem os seus compromissos esta ideia franco-alemâ está morta à nascença porque não é limites de endividamente nas respectivas constituições que se chega concorre com a China, EUA, Brasil e India.



quinta-feira, 1 de março de 2012

Vem aí o clássico...

Vem aí no clássico mais apetecido do futebol português e ainda por cima quando as duas equipas estão empatadas no número de pontos e golos marcados. O que faz a diferença são os golos sofridos e nesse campo os azuis e brancos levam vantagem e isto apesar da diferença de qualidade dos sectores.


O FC Porto vai à Luz com o moral reforçado e com a certeza que poderá repetir os êxitos da época passada no estádio do grande rival. Já o Benfica com três jogos em branco, entrará em campo com as memórias de um passado recente.



Isso é para os teoricos, porque quando o árbitro apitar o que interessa será a entrega e dedicação dos intervenientes, mas por parte dos treinadores haverá um certo receio até porque depois ainda vão faltar 27 pontos e jogos importantes por disputar.



Começa amanhâ uma fase importante do campeonato porque há um Santo Braga à espreita e nestas contas do título o Sporting que anda nas ruas da amargura vai baralhar os três candidatos...



O Costa bateu no fundo






Há um mês o mundo assistiu ao naufrágio do navio Costa Concordia, da maneira bizarra que todos vimos : o facto do capitão ter decidido ir cumprimentar um familiar deu origem a vitimas mortais mas também a risos por parte do capitão do Titanic.


Esta semana houve mais uma aventura maritima, mas desta vez nas Seychelles. O autor da palhaçada foi o navio Costa Allegra que não sendo irmão ou primo do Concordia faz parte da mesma empresa. O problema foi um incêndio no navio que o deixou à deriva, ficando os passageiros com a nitida sensação que iriam ter o mesmo destino de alguns dos habitantes do que acabou por falecer bem perto de terra, ao ponto de servir como paisagem para certas pessoas.


O barco ficou à deriva e foi preciso um rebocador para que os passageiros ficassem definitivamente tranquilos. Mesmo assim tiveram de dormir ao relento durante uma semana, mas tendo em conta que estavam nas Seychelles isso não era nenhum problema.


Após estas manifestações de segurança por parte da empresa que é dona destes navios, não tenho duvida alguma que a mesma irá declarar falência dentro de cinco ou seis dias.



quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Para já é sinal +

A terceira avaliação da troika a Portugal correu bem. A nota para já é positiva, e assim Portugal tem o direito a obter mais cerca de 14.600 milhões de euros para continuar a sua recuperação financeira e um dia poder voltar aos mercados. Ao contrário da Grécia, Portugal e Irlanda têm cumprido com rigor tudo aquilo que lhes foi recomendado.


Os ultimos dados já indicavam o bom caminho, apesar do lado da receita ainda não se ter conseguido um valor importante, devido à quebra da actividade económica que com o aumento do IVA caiu bastante. O importante é que do lado da despesa o prometido está a ser cumprido, para bem do "peso" do Estado. E penso, que depois de ser feita toda esta limpeza haverá uma nova realidade na Administração Publica portuguesa.


O Governo e em especial Passos Coelho e Vitor Gaspar merecem o reconhecimento pelo caminho que se está a seguir, embora a esquerda venha dizer que o sacrificio feito está apenas e só a afectar alguns portugueses. Mas não! Todos eles estão a sofrer no bolso a austeridade.


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Dublin não é como Passos Coelho

A Irlanda anunciou que vai submeter o tratado orçamental europeu a um referendo. Decisão sábia e coerente dos irlandeses que nunca foram pró-europeus. É de aplaudir esta decisão pelas mudanças significativas que vão ocorrer após a entrada em vigor do novo tratado.

É curioso verificar que mesmo estando sob ajuda financeira da troika, a Irlanda não segue as politicas definidas por Merkel e Sarkozy. Aqui está um bom exemplo para Pedro Passos Coelho mas para todos os PM´s sem coragem para enfrentar o dueto.

Convêm recordar que foi a Irlanda que recusou uma Constituição Europeia e só no segundo referendo é que a população disse SIM ao tratado de Lisboa.


O Governo irlandês segue as regras democráticas e consulta o povo e ao mesmo tempo discute a Europa, algo que em Portugal que desde 86 nunca se fez. E não é por acaso que Dublin segue o mesmo caminho de Londres......


Afinal havia mais descontentes com esta medida anunciada pelo eixo Paris-Berlim

Xadrez quer justiça

O Boavista, clube histórico do futebol português, vai exigir a reintegração na I Liga, depois de notificado da decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa que a reunião do CJ onde se decidiu a despromoção do clube axadrezado à II Liga era inválida.


Se os recursos derem razão ao clube portuense, é de mais elementar justiça o histórico clube voltar ao convivio dos grandes onde até ganhou um campeonato nacional. Seria interessante, juntar aos quatro grandes, mais um clube com dimensão de campeão. No entanto, não me parece que tenha sido Ricardo Costa a atirar o Boavistão para os escalões secundários. Um dos grandes problemas desta equipa no tempo dos Loureiros foi as dívidas que se acumularam ao longo dos anos com a construção do Estádio mas também na obtenção de craques.


Basta olhar para o exemplo do Braga que luta pelo titulo tendo um orçamento muitíssimo inferior ao dos três grandes mas dentro do campo é Grande! Nem com a entrada na Champions League, António Salvador se vislumbrou e começou a gastar. É por isso que o projecto do Sp.Braga tem um futuro brilhante. Assim, não seria nas melhores condições que o Boavista regressaria à Primeira Liga, mas caso obtenha esse direito será um problema para o Presidente da Liga.



Austeridade é a solução?

Uma das discussões mais frequentes no nosso país mas também por essa Europa fora é se a Austeridade é o caminho a seguir para que países como Grécia, Portugal e Irlanda consigam reentrar nos mercados.

Sabemos que a Grécia tem sido mantida como um doente em estado de coma. A máquina pela qual os gregos estão ligados está prestes a ser desligada. Há quem diga que a ultima ajuda foi mesmo a derradeira. Portugal e Irlanda têm até ao momento conseguido sobreviver ao estado vegetativo e pelos ultimos números estão a cumprir com o exigido. No caso português ainda é cedo para falar, mas pelo menos o governo tem reduzido a despesa, o que era um dos seus objectivos.

Terminada a questão grega, todos os holofotes vão-se virar para Portugal, até porque o caso irlandês tem sido um caminho de sucesso. A pressão dos mercados, das agências de rating, da UE e da própria população vai ser um teste à capacidade de Passos Coelho. Quando a Grécia cair, haverá outro alvo para abater.

É importante debater se estas ajudas financeiras do FMI ou da troika são a solução, porque na sua maioria apenas contemplam medidas de austeridade e não visam procurar incentivos ao investimento e crescimento da economia. Todos dizem que a austeridade só traz recessão e tem sido esse o maior problema dos países que procuram ajuda externa.

Esta já não é uma questão de esquerda ou direita mas da sobrevivência económica e social de um país. Pelo que temos assistido a solução na Grécia falhou, embora com grande culpa dos gregos. Esperemos que a fórmula adoptada pela troika portuguesa conheça melhores resultados.


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Os Laboratórios dos Partidos

Hoje o PS dá inicio ao Laboratório de Ideias e Propostas para Portugal, o LIPP para ser mais preciso e contundente.

Este é mais um think thank partidário que em nada irá acrescentar, quer ao partido, quer ao país.

Também o PSD e Passos Coelho lançaram a sua iniciativa para promover o debate interno mas principalmente para arranjar soluções nacionais. Durante a oposição a Manuela Ferreira Leite, este foi um importante veículo para Passos Coelho se dar conhecer a si e às suas ideias liberais.

Quando era oposição o governo, o actual PM esqueceu por completo esta iniciativa. Por falta de tempo, interesse ou por não ser mais necessário.


O PS de Seguro vai na mesma linha e consoante o prometido na campanha interna, o actual secretário Geral lança o LIPP. Este pequeno laboratório onde todos supostamente podem enviar ideias e sugestões que irão para a caixa de email mas nunca serão abertas. É quase certo que este LIPP não vai ser falado ou sequer debatido nos próximos meses. Com a crise não se pode perder tempo com laboratórioszecos e o mais natural é este "think thank socialista2 morrer quando Seguro for PM.....


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Jesus fala demais...

Jorge Jesus para além de ser um excelente treinador tem uma especial vocação para ser papagaio.

Quando a equipa está lá no alto, como acontece neste preciso momento, Jesus excita-se e começa a "endeusar" o seu futebol e os seus jogadores. Não é que o Benfica não mereça e não seja justo mas acho que um pouco de contenção para fora não ficava mal, até porque podemos cair no ridiculo de ficar de mãos a abanar.

Ao falar sobre a eliminatória do FC Porto com o City, Jesus cometeu um erro muito grande. Ainda por cima numa altura em que vem de duas derrotas e uma delas, a de Guimarães pode ter consequências na atribuição do titulo.

Em vez de ficar calado, Jesus deu uma motivação extra para que os jogadores do FC Porto entrem em campo com o Feirense e na Luz com uma motivação especial. E todos nós ainda nos lembramos dos dois jogos decisivos no Estádio do Benfica a época passada.

É bom que Jesus tenha a garantia que vai ganhar em Coimbra e na próxima semana vença categoricamente o FC Porto, porque a história diz-nos que quando o FC Porto está em primeiro a diferença pontual é enorme. Já quando o Benfica vence, o titulo é alcançado por uma margem pontula mínima. Não é que isso seja importante, mas diz respeito à moral que FC Porto e Benfica têm quando estão a perseguir o lider. E nesse aspecto, o Benfica ainda tem muito de aprender.

Cavaco Silva, o novo cowboy português



Cavaco Silva como nunca antes tinhamos visto.

Depois da cena do bolo rei, eis que Cavaco Silva, qual Billy the Kid, a envergar um chapeu à cowboy como que a dizer aos portugueses que será ele o salvador da crise portuguesa. Ao vestir o papel de Russel Crowe nos Indomáveis, o actual PR está ameaçar claramente o lugar de Pedro Passos Coelho. Ao que sabemos, o PM fará de Jerónimo, um indio selvagem que lutou pela sobrevivência da sua espécie, tal como tenta que o povo português não acabe como a tribo Cheyenne.

Mas parece que Cavaco Silva tomou a dianteira e está pronto para invadir São Bento, montado no seu Jolly Jumper.

O duelo aproxima-se e terá como árbitro António José Seguro. Falta ainda anunciar o local onde será realizado o tira-teimas.

Em sentido opostos

É preciso recuar muito tempo para que tenhamos as duas principais figuras de Estado em sentidos opostos no discurso mas também nas atitudes.


Todos se lembram da atitude de Cavaco Silva perante o protesto montado numa escola. É verdade que a organização da visita esteve mal, mas mesmo assim o PR deveria ter seguido em frente e enfrentado a população. O PM por seu lado, teve uma postura completamente diferente. É raro notarmos um PM a falar com as populações quando estas estão descontentes com os caminhos a seguir. Quem não se lembra das barreiras impostas pelos seguranças de Socrates quando o ex-PM era vaiado?. PM está a conseguir convencer os portugueses que os sacrificios valerão a pena, porque depois virá a bonança.


Hoje mesmo Cavaco Silva afirmou que espera que os jovens não tenham de emigrar. Há uns tempos o PM e o secretário de Estado da Juventude aconselharam os mais novos a procurarem trabalho lá por fora. Essas afirmações deram origem a um enorme sururu....


Há muito que se sabe do não relacionamento pessoal entre as duas figuras, até porque embora sejam do mesmo partido, têm orientações ideológicas bem distintas.


O que não é normal é a postura que Belém e São Bento têm em relação a determinadas matérias. Parece que cada um está a fazer a sua "governação", embora o PR faça isso através das palavras e não dos actos. Porque não pode.


É notório que Cavaco ainda não perdeu o bichinho de opinar quando muito bem lhe entender. Perante isto, aqui está um belo "fait diver" para que o PS consiga fazer alguma oposição, quer ao governo quer ao PR.



terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Autoritarismo e Exigência

Pedro Passos Coelho tem revelado uma faceta de autoritário e exigente. As palavras de ordem como "custe o que custar", "tem de ser feito" e ainda por cima as novas exigências em relação aos feriados e à questão de tolerância de ponto no Carnaval mostram um Primeiro-Ministro determinado a seguir um caminho firme e duro.

Muitos não gostam desta atitude e acham que PPC é autoritário. A sua intransigência em relação a alguns assuntos têm deixado sectores da actividade furiosos e indignados com algumas tomadas de posição por parte do PM. Isto aconteceu especialmente na questão da tolerância de ponto em período carnavalesco.


Pelo contrário, há quem aplauda as medidas tomadas por PPC, já que é deste tipo de posições que o país precisa. Exigência e pouca folia é aquilo que Portugal necessita neste momento, até porque a troika está cá e não quer ver muitos cabeçudos na rua. A frase "é por isto que o país está como está" , deve ter deixado PPC maluco e assim há que preparar a nação para mais trabalho e profissionalismo para tirar o país deste marasmo em que se encontra.


São estas as duas faces que Passos Coelho está a revelar...


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O efeito inútil das greves

Arménio Carlos acaba de marcar uma greve para dia 22 de Março. Será o seu primeiro acto de protesto enquanto lider da CGTP.

Esta será uma greve contra o agravamento da legislação laboral. No minimo é ridiculo, o argumento, o timing e a oportunidade da greve. Um dia depois, realiza-se o congresso do PSD, pelo que é preciso que se discute as causas e consequências da luta.


Será a terceira greve no espaço de dois anos, porque as ultimas duas foram no final de 2010 e 2011. Havendo esta agora em Março é bem possível que no final do ano venhamos a ter outra.


É por acções destas que os sindicatos e os seus lideres estão em frequente declínio no nosso país e são olhados de lado pelas pessoas que não suportam estas atitudes em tempos de crise.


Um sinal positivo foi dado em Novembro, devido ao facto dos números de adesão terem caído em relação a anos anteriores, o que significa a consciencialização por partes dos trabalhadores que só exercendo os seus deveres conseguem combater a crise e os problemas das empresas que representam.


Perante isto, esta greve e as vindouras terão dificuldades em atingir os governos.


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Pinto da Costa terá mais Paciência

Domingos acaba por ser despedido do Sporting. Nem um ano durou o treinador que iria salvar o clube, depois de uma época conturbada com eleições à mistura.

O mau arranque da época e o facto de estar a 8 pontos do Braga levaram o clube a accionar a clausula de despedimento. Isto, um dia depois de Godinho Lopes garantir que o problema não era o treinador.

O despedimento é surpreendente se tivermos em conta a qualidade do técnico, os reforços e apesar de tudo algum futebol de qualidade que os leões a espaços apresentavam.

Era um projecto para dois anos, mas durou apenas 7 meses.

Domingos deve estar perdido, pois trocou o Braga que lhe poderia dar o salto para o Dragão por um Sporting instável. Acreditou que o clube de Alvalade ia mudar com a entrada de Godinho, mas os leões continuam iguais. Muitos a falar na hora da derrota. Não se percebe a razão da escolha de Duque e Freitas para comandar o futebol. Lembram-se de quando apareciam os dois a falar?

Isso nos clubes rivais não acontece.


Quem vai ser o sucessor? Ricardo Sá Pinto que há uns tempos deu uma entrevista. O treinador dos juniores que espreitava a queda da equipa, a saída de Domingos e a sua oportunidade para liderar o futebol leonino. Sá Pinto conseguiu e com certeza teve ajuda dentro da estrutura do Sporting que não deve aceitar muito bem o facto de uma ex-glória do FCP comandar a equipa.


Sá Pinto não é uma solução de recurso porque fica até 2013. O fim desta época e toda a outra, pelo menos enquanto durar. Está encontrado o novo Paulo Bento. Sem experiências mas com o leão no coração. No Verão mais uma fornada de jogadores vão entrar, não se sabe com que director porque Freitas deve sair, já que foi ele quem escolheu e depositou confiança em Domingos.


Domingos e Freitas vieram do Braga. De saída de Alvalade, não voltarão ao AXA onde a equipa guerreira está bem à frente do Sporting.


Para Domingos pode haver uma salvação que se chama FCP. Se Vitor Pereira não vencer o campeonato, o filho pródigo à casa torna e agora para ter sucesso., porque lá terá todas as condições para triunfar, à semelhança do que aconteceu com João Moutinho.


Assim, Domingos cumpre um sonho e Pinto da Costa garante um treinador que lhe dá garantias de sucesso.


quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Para que não haja guerra civil...

...Alváro Santos Pereira propõe o fim dos feriados do 5 de Outubro e do 1 de Dezembro. Assim não há favorecimento em relação aos Republicanos nem aos Monárquicos e evita-se o que se esperava ser uma guerra civil neste país por causa dos feriados.

Quem fica a ganhar com tudo isto é a Igreja que continua com os seus feriados religiosos no bolso. Assim, é um dado garantido que nesses dias o pessoal vai à missa!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

País de cavacos

As recentes palavras infelizes do Presidente da Republica provocaram na opinião publico um chorrilho de criticas que temem em não parar.

Quem começou foi Marcelo Rebelo Sousa, seguido por Miguel Sousa Tavares, entre outros. Há quem peça a demissão do PR quando este faz o seu segundo mandato.

Em frente a Belém milhares levam uma moedinha ao seu inquilino para que este não se sinta pobre. Na net a petição contra a demissão do PR já vai nos 170 mil.. quantos milhões terão votado em Cavaco?


Sem desculpar o actual PR, acho que em Portugal está instalado o culto do oportunismo e chicana política. Não consigo encontrar mais nenhuma palavra para as acções de mobilização que o povo organiza quando um político tem uma palavra menos feliz. Vivemos o tempo do soundbyte e dos mal entendidos. Foi com Socrates no caso da dívida, com Passos Coelho por causa da emigração e agora é Cavaco quem leva por tabela devido à sua declaração que por certo terá sido mal interpretado. E agora acontece o mais do mesmo : os mesmos de sempre a falar sobre umas declarações e os comentadores do costume a inventaram cenários.


Isto tudo acontece devido à falta de qualidade da nossa política mas também de quem tem a responsabilidade de analisar e comentar. Porque como sabemos "quem conta um conto acrescenta um ponto" e assim chegamos ao ponto de passarmos dias e dias preocupados com coisas sem relevância. A blogosfera também alimenta isto.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

O ponto de viragem

Esta semana o Governo conseguiu duas vitórias que podem levar a um ponto de viragem na situação económica e social do país.

O acordo tripartido para a reforma laboral que Passos Coelho e sobretudo, Alváro Santos Pereira conseguiram foi um passo em frente. Como era natural, a CGTP não assinou o acordo mas com a saída de Carvalho da Silva pode ser que novos ventos cheguem à intersindical.

Para quem achava Alváro como o elo mais fraco do governo, o Ministro da Economia conseguiu uma excelente vitória dando um passo firme para que haja estabilidade social no nosso país e legislação mais flexivel. Sobretudo que proteja as empresas e não apenas os trabalhadores, como acontecia anteriormente.


Hoje é o Ministro das Finanças que fala em ponto de viragem, isto porque o défice ficará abaixo do estabelecido pela troika. Isto dito por Gaspar merece a maior credibilidade, e temos razões para crer que, apesar da crise grega e europeia, Portugal não será mais um cair no fundo do Euro.


segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Nomeações na EDP

As nomeações politicas para a EDP mostram bem como o sistema está viciado. Sejam do PS, PSD ou CDS a história é sempre a mesma e não vale a pena virem dizer-nos que desta é que é diferente. Pensava que com a entrada dos chineses na empresa, quem vinha tomar conta disto era o senhor Xhang, Xiu Ling ou Yobo.
Mas não. Parece que António MeChina se mantêm como Presidente e agora a nomeação de Catroga, esse político que por pouco não destruiu a campanha eleitoral do actual Primeiro-Ministro.



Os vícios mantêm-se mas a Republica segue o seu caminho tranquilamente. E o povo amocha à espera que a sua oportunidade chegue.




quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Jerónimo é que sabe

Não percebo esta onda de revolta à volta da mudança de Sede da Jerónimo Martins. Foram os impostos? então e depois?


Tal como as pessoas, também as empresas estão a sair do país. Porque este não lhe dás oportunidade a nível económico, social e até fiscal. Os impostos são muito altos para quem quer começar um negócio, principalmente quando se trata de PME´S. Este é um dos problemas do nosso Portugal. Resolve-se tudo com o aumento de impostos quer para as pessoas, quer para as empresas. É um problema que muitos governos têm gerido mal. Há défice? então é de aumentar os impostos para arranjar mais receitas.


Não foi a Jerónimo Martins e milhares de pessoas que desistiram do país, mas foi o país que já desistiu da Jerónimo Martins e de outros quadros que vão para o estrangeiro alcançar sucesso.


Pelo que não é razoável o comentário de Nicolau Santos no Expresso Online. Bem como o coro de criticas que circula por essa blogosfera fora.


Razão tinha o Primeiro-Ministro....


segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Entrar a Fiscalizar e bem!

Para quem criticava a passividade deste governo em reduzir o défice apenas pelo lado da receita aqui está uma novidade : A Nova Autoridade Tributária e Aduaneira vem para combater a fraude e evasão fiscal, uma das prioridades deste governo bem como da troika.


A AT resulta da fusão de três direcções gerais, entre as quais a famosa direcção geral dos Impostos. Com esta medida o governo elimina 15% dos cargos dirigentes na Administração Publica. Aqui está uma resposta a quem achava e que não via nenhuma medida do governo relativamente ao corte na gordura do Estado.


Numa só entidade junta-se Impostos e questões relacionados com as fronteiras.


Este é o primeiro passo de um caminho que se espera longo, porque há por aí muita Direcção Geral que não interessa para nada e pode integrar-se em qualquer sitio.


Para já, o Governo inicia 2012 com uma medida acertada.


domingo, 1 de janeiro de 2012

Crónicas de Domingo - Incerteza 2012

O ano que hoje começa será de enorme incerteza.

Uns adivinham que será o pior de sempre para Portugal mas também para o Mundo, outros acreditam que pode ser o ano das grandes mudanças a nivel social, económico e politico.


Por tudo isto 2012 será um ano extremamente interessante de acompanhar. Senão vejamos: As eleições nos Estados Unidos, Alemanha e França determinarão muito aquilo que irá ser o futuro da Europa mas também do resto do Mundo. Em Portugal o Governo tem um teste muito importante. Será alvo de forte contestação social mas a saída de Carvalho da Silva da CGTP poderá acalmar a rua. Seguro também terá um ano decisivo na liderança do PS. Veremos como se comporta caso o executivo decida lançar mais medidas de austeridade.


Mas nada disto está indissociável áquilo que se passará na Europa. Como referi anteriormente as eleições francesas e alemâes serão de extrema importância. Mais as francesas do que as germânicas. O futuro de Portugal também se joga naquilo que se passar na Grécia e nas inúmeras reuniões do Conselho Europeu que se realizarão durante o ano para tentar resolver o problema do Euro e da dívida pública. Uma coisa é certa, no segundo semestre de 2012 ficaremos a saber se o Euro sobrevive ou não.


Perante isto, é possível que 2012 seja um ano de arranque para mudanças estruturais que possam influenciar a vida de todos nós.