quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Com o tratado na mão

Os 27 reunem-se hoje e amanhâ em Bruxelas para decidir e resolver a questão da crise europeia e da zona euro.
Sarkozy e Merkel já fizeram a proposta/imposição aos demais países. Agora a escolha é dos Estados-Membros que costumam alinhar nas invenções franco-alemãs.
Uma coisa é certa, Passos Coelho terá uma importância secundária e a ele resta-lhe ouvir o que os outros vão decidir.
O mais certo é que avance um novo tratado para que haja maior rigor orçamental e regras no cumprimento dos déficit. Os países do Leste e do Norte da Europa não querem mais irresponsabilidade vindas do Sul. Assim estes ultimos estão entre a espada e a parede e terão pouca margem de manobra.
O dueto Merkozy têm a maioria da Europa a seu lado. Pelo que a cimeira destes dois dias poderá ser o principio do fim da autonomia financeira portuguesa.

Sem comentários:

Enviar um comentário